top of page

Balneário de Ernesto Alves está próprio para banho

No Estado apenas quatro pontos estão impróprios para banho

Foto: Portal Caminho das Origens

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou, nesta sexta-feira (30/12), o terceiro boletim do projeto Balneabilidade da temporada 2022/2023. De acordo com as análises, caiu de dez para quatro o número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul. São eles:


  • Pelotas: Balneário Santo Antônio, em frente à Av. Rio Grande do Sul

  • Pelotas: Balneário Santo Antônio, em frente à rua Bagé

  • Vitória do Palmar: Praia do Chuí

  • São Jerônimo: Praia do Encontro - Rio Jacuí

No total, 90 locais são monitorados em 43 municípios gaúchos. Para conferir a tabela completa, clique aqui.

Os dados das análises das águas serão divulgados sempre às sextas-feiras, no site e nas mídias sociais da Fepam, até o dia 24 de fevereiro de 2023.


Os avisos de local próprio ou impróprio estarão em destaque em placas informativas fixadas nos pontos de coleta e análise da água. O aviso de impróprio significa que as pessoas devem evitar o banho naquele local. Já quando a placa estiver com o selo de próprio, o banho está liberado. Os veranistas também poderão consultar os resultados das análises no web aplicativo do Sistema de Balneabilidade, disponível neste link.


Além das coletas e análises realizadas pelo laboratório da Fundação em parceria com a equipe da Regional nos balneários do Litoral Norte, o Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep) realiza as análises e coletas nos balneários da praia do Laranjal e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), nos demais balneários abrangidos pelo programa.


Boletim ambiental

Já está disponível, no site da Fepam, o boletim desenvolvido pelo Departamento de Qualidade Ambiental com informações sobre o projeto Balneabilidade. No material, que pode ser conferido aqui, é possível acessar informações como a balneabilidade e os efeitos para a saúde, legislação e parâmetros utilizados.


Para a classificação das águas como própria ou imprópria, são utilizados parâmetros de Escherichia coli, observando os critérios definidos pelas Resoluções Conama nº 274, de 29 de novembro de 2000, e nº 357, de 17 de março de 2005. Nos balneários de Pelotas, de Tapes e na Lagoa do Peixoto, em Osório, também é realizada a contagem de cianobactérias.


Texto: Fepam

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page