top of page

Equipes resgatam 41 trabalhadores presos em túnel na Índia depois de 17 dias

Homens estavam presos desde 12 de novembro a mais de 60 metros de profundidade

Foto: Reprodução

Equipes de resgate no norte da Índia resgataram todos os 41 trabalhadores presos no túnel Silkyara nesta terça-feira (28). Os homens estavam isolados desde 12 de novembro quando parte da estrutura cedeu, bloqueando a única saída. Eles ficaram presos a 60 metros de profundidade.


Pushkar Singh Dhami, ministro-chefe do Estado de Uttarakhand, encontrou os trabalhadores, que aplaudiram ao ver os socorristas e comemoraram. Durante duas semanas, o resgate enfrentou contratempos e chegou a ser interrompido depois que um maquinário, usado para perfurar o solo, quebrou. As equipes tiveram que cavar manualmente mais de 20 metros para conseguir alcançar os trabalhadores.


Com o fim da perfuração após 17 dias, um grande tubo foi inserido para os homens saírem em segurança. Os trabalhadores deixaram o local em ambulâncias para receber os primeiros atendimentos.


Os homens resgatados – que são migrantes de alguns dos estados mais pobres da Índia – receberam alimentos, água e oxigênio durante vários dias através de um tubo de 53 metros que foi colocado no subsolo.


Médicos no local mantiveram contato regular com os homens na caverna para acompanhar o estado de saúde, dando dicas sobre como permanecer confiantes e calmos.


O túnel faz parte da rota Char Dham Highway do primeiro-ministro indiano Narendra Modi, um controverso projeto multimilionário que quer renovar a rede de transporte do país.


Fonte: O Sul

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page