top of page

Jogador que agrediu árbitro no RS é condenado a dois anos e oito meses por tentativa de homicídio

Depois de quase um ano e meio de espera, ocorreu o julgamento de William Ribeiro pela agressão cometida ao árbitro Rodrigo Crivellaro em partida da segunda divisão do RS. Em sessão realizada nesta terça-feira em Venâncio Aires, o ex-jogador foi condenado por tentativa de homicídio simples com pena de dois anos e oito meses de reclusão, em regime inicial semiaberto.



Foto: GE

Após quase sete horas de júri, o juiz João Francisco Goulart Borges, da 1ª Vara Judicial da Comarca da cidade, passou a ler a sentença com a decisão dos sete jurados, que formam o Conselho de Sentença, por volta das 16h30min. Nesse momento, ficou definida a condenação de William Ribeiro por homicídio tentado simples.


Dessa forma, o magistrado aplicou a pena definitiva de dois anos e oito meses de reclusão, em regime inicial semiaberto.


Na manhã desta terça-feira, o júri iniciou em Venâncio Aires por volta das 10h da manhã. Após o sorteio do Conselho de Sentença, formado por quatro homens e três mulheres e presidido pelo juiz, ocorreram os depoimentos da vítima Rodrigo Crivellaro e do agressor William Ribeiro.


Em 5 de agosto de 2022, o Tribunal de Justiça do RS rechaçou recurso da defesa de William Ribeiro e definiu que o mesmo deveria ser julgado pelo júri, um tribunal especial formado por cidadãos comuns e que julga crimes contra a vida. A decisão foi tomada na semana passada pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS).


Crivellaro, que permaneceu no Salão do Júri, abandonou a arbitragem profissional e hoje trabalha como professor de padel em Santa Maria.


Fonte: GE

0 comentário

コメント


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page