top of page

Justiça decreta prisão preventiva de pai que jogou bebê pela janela de carro no RS

Menino de 11 meses deixou hospital nesta sexta-feira, após ficar em observação em UPA. Bebê passou por exames e não apresentou fraturas. Pai foi preso em flagrante

A Justiça decretou a prisão preventiva do pai que jogou o filho de 11 meses pela janela do carro que dirigia em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O caso aconteceu na noite de quinta-feira (22). A criança teve alta no dia seguinte.


O homem, de 40 anos, foi preso em flagrante. Ele chegou a ser agredido por populares que presenciaram o ocorrido. Além da agressão ao filho, o preso também obrigou a mulher, mãe da criança, a pular do carro em movimento. Ela sofreu politraumatismo.


"Ao investigado é imputada a prática, em tese, de delito tentado, praticado na modalidade qualificada, contra a vida, cujo apenamento máximo é muito superior a quatro anos e, dado ao contexto do delito, em violência contra a mulher, admissível a decretação da prisão preventiva", diz a juíza Fabiana Pagel da Silva, na decisão.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. A Polícia Civil investiga o caso, registrado como tentativa de feminicídio e tentativa de homicídio. O preso tem registro anterior de violência contra mulher.


O caso


De acordo com a Brigada Militar (BM), que atendeu à ocorrência por volta das 21h, o caso aconteceu durante uma discussão entre o homem, de 40 anos, e a esposa dele, mãe da criança. A mulher, de 25 anos, teria sido obrigada a se atirar do carro ainda em movimento. Ao cair, ela se feriu.


Conforme a Polícia Civil, o homem já tinha histórico de violência doméstica contra a companheira. Não havia medida protetiva contra ele em vigor.

O bebê foi entregue a uma tia, irmã da mãe. O pedreiro Sérgio Melo, uma das testemunhas do caso, contou à RBS TV que levou o menino até a UPA em seu próprio carro.


"Socorremos primeiro a criança. Ele estava muito machucado, nem queria mexer, para não ter mais problema. [Levamos] no meu carro mesmo, porque ia demorar muito a ambulância", disse.

Fonte: G1 RS


0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page