top of page

Leandro Boldrini é condenado a 31 anos e 8 meses de prisão pela morte do próprio filho

Sentença no segundo julgamento do réu em Três Passos foi proferida pela juíza Sucilene Englear Audino

Foto: Marcio Daudt

Após quatro dias de julgamento, o médico Leandro Boldrini foi condenado a 31 anos e 8 meses de prisão nesta quinta-feira pela morte de seu filho, Bernardo Boldrini, em 2014. A sentença no segundo julgamento do réu em Três Passos foi proferida pela juíza Sucilene Englear Audino.


O Tribunal do Júri entendeu que Leandro Boldrini é culpado pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado e falsidade ideológica. Boldrini foi absolvido do crime de ocultação de cadáver.


Bernardo desapareceu em Três Passos e seu corpo foi encontrado dez dias depois, em uma cova vertical às margens de um rio, em Frederico Westphalen. Além de Leandro, anteriormente foram condenados em outro julgamento Graciele Ugulini (madrasta de Bernardo), Edelvania Wirganovicz (amiga de Graciele) e Evandro Wirganovicz (irmão de Edelvania).


Boldrini já havia sido julgado e condenado em 2019, a 33 anos e 8 meses de prisão, juntamente com os outros três acusados. Uma decisão da 1ª Câmara Criminal do TJRS, em dezembro de 2021, no entanto, anulou o julgamento. 


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page