top of page

Menina de 3 anos mata irmã de 4 anos após encontrar arma em casa nos EUA

Lesões relacionadas a armas de fogo ultrapassaram recentemente os acidentes de trânsito e se tornaram a principal causa de morte entre pessoas de 1 a 19 anos nos EUA

Foto: Divulgação

Uma menina de 3 anos matou sua irmã de 4 anos em um disparo de arma de fogo não intencional no Texas, nos Estados Unidos, disse o xerife do condado de Harris, Ed Gonzalez.


“Isso envolve basicamente uma criança de 3 anos e outra de 4 anos”, disse Gonzalez. “A criança de 3 anos é a suposta atiradora. Parece ser [um caso de disparo] não intencional”, acrescentou.


Chamando o incidente de “trágico”, mas “muito evitável”, o xerife disse que um grupo de familiares e amigos – cinco adultos e duas crianças – estavam dentro de um apartamento em Houston neste último domingo (12).


A certa altura, as crianças ficaram sem supervisão em um quarto porque cada um dos pais pensou que o outro os estava observando, disse ele.

A menina de 3 anos pegou uma pistola semiautomática carregada, disse Gonzalez. A família ouviu um tiro e correu para o quarto, onde encontraram a menina de 4 anos inconsciente no chão.


“Parece apenas outra história trágica de outra criança obtendo acesso a uma arma de fogo e ferindo outra pessoa”, disse Gonzalez.

Foto: Divulgação

O xerife disse que a investigação está em andamento e observou que, em situações como essa, é “muito provável” que alguém enfrente acusações por não conseguir proteger a arma.


O tiroteio é apenas o caso mais recente de uma criança usando uma arma de fogo e causando uma tragédia no país.


O tiroteio mais proeminente envolveu recentemente um menino de 6 anos que atirou em seu professor do ensino fundamental no início deste ano em Newport News, Virgínia. O professor está se recuperando.


Nos Estados Unidos, houve pelo menos 2.070 disparos involuntários de menores de 18 anos entre 2015 e 2020, resultando em 765 mortes e 1.366 feridos, segundo dados compilados pela Everytown Research & Policy, braço de pesquisa do grupo que defende o controle de armas.


Cerca de 39% envolveram um atirador de 9 anos ou menos, disse a organização sem fins lucrativos.


As lesões relacionadas a armas de fogo ultrapassaram recentemente os acidentes de trânsito e se tornaram a principal causa de morte entre pessoas de 1 a 19 anos nos EUA, de acordo com um artigo de 2022 publicado no The New England Journal of Medicine. Nisso, os EUA estão sozinhos entre as potências mundiais.


“Em nenhum outro país tão grande ou rico as mortes por armas de fogo estão entre as 4 principais causas de mortalidade, muito menos a causa número 1 de morte entre crianças”, escreveu um estudo da Kaiser Family Foundation no ano passado.


A Academia Americana de Pediatria recomenda que os proprietários de armas mantenham suas armas de fogo trancadas e descarregadas , com munição trancada em um cofre separado.


Fonte: CNN Brasil


0 comentário

Commentaires


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page