top of page

Padre descobre que vai ser pai e pede para sair da Igreja Católica

O padre, que atuava na Diocese de Franca/SP, estava afastado de suas funções clericais e de celibato desde setembro

Foto: Reprodução

A Diocese de Franca, no interior de São Paulo, confirmou a dispensa de um padre após o sacerdote pedir para deixar as atividades da igreja ao descobrir que vai ser pai.


De acordo com a entidade, o pedido de dispensa partiu do próprio padre Ferdinando Henrique Pavan Rubio, que era um dos líderes espirituais da Paróquia Santa Luzia, no bairro São Joaquim, desde janeiro de 2023.


Em nota assinada pelo bispo Dom Paulo Roberto Beloto, a Diocese de Franca explicou o motivo da dispensa e as orientações necessárias.

O padre, que atuava na Paróquia Santa Luzia, no bairro São Joaquim, estava afastado de suas funções clericais e de celibato (abstinência sexual) desde setembro.


Na ocasião, a Diocese divulgou um comunicado no qual pedia para que o padre não fosse julgado, ainda sem esclarecer o motivo do afastamento: “Mediante isso, acima de quaisquer especulações, unamo-nos em oração por este nosso irmão, a fim de que ele seja feliz nesta nova etapa de sua vida”.


Agora, o padre deve recorrer ao Vaticano para validar a dispensa, um protocolo da Igreja Católica, chamado rescrito. De acordo com o Direito Canônico, que rege a Igreja Católica, padres não podem ter relacionamentos amorosos nem se casar.


“Ele deixou de exercer o ministério sacerdotal e as suas funções pastorais. Está suspenso de Ordens, até que obtenha o rescrito [nome dado a um ato administrativo baixado por escrito pelo Papa] proveniente da Santa Sé”.


Ferdinando é natural de São José da Bela Vista (SP) e foi ordenado padre há oito anos. Antes, ele passou pelas paróquias São Pedro, no bairro Vila Europa, e Santa Gianna, em Franca, e também foi reitor do Seminário Propedêutico.


Fonte: Metropoles

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page