top of page

Presídio de Santiago capacita apenadas em curso de culinária

O objetivo do programa é potencializar pessoas privadas de liberdade para o ingresso ou reingresso no mercado de trabalho

Foto: Divulgação

O Presídio Estadual de Santiago, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural  (Senar/RS) e com o Sindicato Rural do município, iniciou um curso de culinária voltado para as apenadas e que está inserido nos eixos temáticos “Formação Profissional” e “Promoção Social”.


O objetivo do programa é potencializar pessoas privadas de liberdade para o ingresso ou reingresso no mercado de trabalho e para a geração de renda, quando na condição de egressos.  

 

Para o Senar e para o Sindicato Rural de Santiago, a parceria é vista como uma oportunidade de oferecer dignidade, tratamento humanizado e melhoria na autoestima da apenada, através da educação como um processo capaz de transformar o potencial das pessoas em competências, capacidades e habilidades.


O espaço de privação de liberdade, mesmo com todas as suas peculiaridades, deve ser entendido como um espaço educativo. 

Foto: Divulgação

Segundo o diretor da unidade prisional, Carlos Brandli, "essas ações são de grande importância no tratamento penal, no sentido de oportunizar às apenadas formas de reduzir a ociosidade no cárcere, inserção no mercado de trabalho, além do benefício de remição da sua pena".


Até o momento, dez presas do regime fechado já foram beneficiadas com cursos de processamento de frutas e de hortaliças e há previsão de novos cursos para os próximos meses.


Fonte: Susepe

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page