top of page

Santiago amplia número de contêineres nas ruas centrais

Foram incrementados 300 novos contêineres, aumentando de 50 para 150 pontos de coleta

Foto: Prefeitura Municipal de Santiago

O município de Santiago está fazendo a instalação de 300 novos contêineres no perímetro central. Com isso, aumenta de 50 para 150 pontos de coleta, melhorando a separação do lixo.


Os novos equipamentos foram distribuídos estrategicamente, ampliando o alcance da coleta seletiva e facilitando o acesso para empresas e prédios residenciais. A principal mudança está na disposição dos contêineres: em cada ponto, são DOIS modelos, um azul para resíduos recicláveis e outro na cor preta para rejeitos. Essa separação por cores busca incentivar a correta destinação do lixo e melhorar a qualidade do material reciclado.

 

Colaboração é essencial


Para o sucesso da iniciativa, a participação da comunidade é fundamental. É importante que cada cidadão faça a separação do lixo em casa, utilizando sacolas diferentes para os materiais recicláveis e rejeitos. Essa atitude colabora com os ecotrabalhadores que dependem da coleta para seu sustento, além de garantir a preservação do meio ambiente.

 

Colabore


Em Santiago, são mais de 50 famílias que se sustentam por meio do recolhimento de materiais recicláveis. Acontece que, quando o rejeito mistura com o reciclável, muitas vezes faz com que aquilo que poderia render dinheiro perca o seu valor. Por isso, a separação de contêineres é uma forma de colaborar com os ecotrabalhadores. A outra forma, é a atitude de cada um, na hora de separar o lixo

 

Reciclável e rejeito: qual é cada?


No Container Azul, a população deverá destinar somente o resíduo reciclável, sendo ele composto por vidros, metais, papéis e plásticos em geral. Já no container cinza, o descarte deverá ser apenas de Rejeito. O Rejeito trata-se, especificamente, do resíduo que não pode ser reaproveitado ou reciclado como, por exemplo, papel higiênico, fraldas descartáveis, absorventes, fio dental, cotonete, papeis com óleos ou molhos, chiclete, algodão, fita adesiva e resto de comidas temperadas.

 

Pila Verde e Pila Azul


Além dos novos contêineres, Santiago também possui dois projetos de muito sucesso que estimulam a separação do lixo orgânico (restos de frutas, cascas, verduras etc), que podem ser trocadas pelo Pila Verde e os recicláveis, que podem ser trocados pelo Pila Azul. Essas cédulas tem seu valor de troca em pontos específicos, como nas feiras livres e no uso de ginásios.



Texto: Prefeitura Municipal de Santiago

0 comentário

Comentários


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page