top of page

Suposto médium é indiciado por abuso sexual em São Gabriel

Homem, de 49 anos, está preso preventivamente e não teve o nome divulgado pela polícia

Foto: Reprodução - RBS TV

Um suposto médium preso preventivamente desde 29 de março foi indiciado em dois inquéritos que investigam suspeitas de abuso sexual em São Gabriel, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. O homem de 49 anos, que não teve a identidade divulgada pelas autoridades, está detido no Presídio Estadual de São Gabriel.

Ele é suspeito de abusar sexualmente de pessoas que procuravam atendimento para o tratamento de doenças físicas e espirituais. Esses abusos seriam praticados no local onde eram realizados os atendimentos espirituais. Pelo menos três mulheres teriam sido vítimas do suspeito, de acordo com as investigações.


Os inquéritos aguardam análise do Ministério Público (MP), que avalia o oferecimento de denúncia à Justiça.


Relatos


Segundo a defesa de uma das supostas vítimas de abuso, a jovem, que hoje tem 19 anos, foi abusada dos 13 aos 17 anos de idade pelo médium. Neste caso, o suspeito também foi indiciado por estupro de vulnerável. Ela procurou as autoridades policiais após atingir a maioridade, com medo de represálias no município.


Conforme os relatos, o suspeito tocava a vítima como se fosse um ginecologista e orientava que a jovem não procurasse um médico especializado.


Outras mulheres que prestaram depoimentos também relataram terem sido abusadas sexualmente pelo médium, sempre com a promessa de que o que ele fazia era fundamental para cura. O homem dizia receber entidades espirituais durante os atendimentos.


A reportagem procurou a Federação Espírita do Rio Grande do Sul a fim de saber se a organização está a par do caso, mas ainda não teve retorno.


Fonte: G1 RS

0 comentário

Commentaires


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page