top of page

Torres prevê teleférico entre a Lagoa do Violão e os morros do Farol e Guarita

Plano de Mobilidade foi apresentada em audiência pública aberta à população no fim de maio e ainda precisa de aprovação da Câmara de Vereadores

Imagem: Vinícius Ribeiro/GO Projetos / Divulgação

Apresentado no fim de maio, o Plano de Mobilidade Humana Sustentável de Torres, no Litoral Norte, propõe uma série de mudanças com a promessa de melhorar os deslocamentos na cidade. O projeto inclui a ampliação de calçadas e ciclovias, melhorias nas paradas de ônibus, mais segurança viária e maior acessibilidade, mas o que chamou mesmo a atenção foi a proposta de instalação de um teleférico na região.


Se a ideia avançar, o equipamento poderá fazer a conexão entre a Lagoa do Violão, o Morro do Farol e os morros do Parque Estadual da Guarita (vejas as projeções acima).


Com isso, segundo o secretário municipal de Planejamento e Participação Cidadã, Matheus Junges, a avaliação é de que seria possível reduzir o trânsito de veículos nos arredores dos principais pontos turísticos do município, com menor poluição e congestionamentos, beneficiando tanto turistas quanto moradores.


— O teleférico é parte de um plano bastante amplo, com 57 ações, focado em melhorar a qualidade de vida das pessoas. Seria um novo meio de transporte e também uma opção de lazer, viabilizado a partir de uma concessão à iniciativa privada — explica Junges, lembrando que a proposta ainda será alvo de estudos técnicos, ambientais e jurídicos detalhados e que a participação da comunidade no debate é fundamental.


A elaboração do plano, a cargo da empresa GO Projetos, começou em fevereiro de 2022 e envolveu uma série de etapas, do diagnóstico da mobilidade urbana em Torres (incluindo levantamento de fluxo de veículos e entrevistas com 1,1 mil pessoas sobre dificuldades de deslocamento) à definição de objetivos e diretrizes de curto, médio e longo prazos.


No último dia 22, os resultados foram apresentados em uma audiência pública no auditório da Ulbra. Com vigência de 10 anos, o plano ainda será discutido e depois votado na Câmara de Vereadores, na forma de projeto de lei, o que deve ocorrer ainda em 2023.

Imagem: Vinícius Ribeiro/GO Projetos / Divulgação

Fonte: GZH




0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page