top of page

TRAGÉDIA EM VACARIA: quem eram mãe e as 3 filhas que morreram após vazamento de gás

Outras duas crianças e o companheiro da vítima estão internados em estado grave. Polícia acredita que gás emitido por gerador elétrico tenha intoxicado família

Os nomes das quatro vítimas de um acidente com um gerador, em Vacaria, na Serra do Rio Grande do Sul, foram confirmados por familiares. Sete pessoas dormiam em uma casa, no domingo (10), quando houve o vazamento do gás resultante da queima de combustível, segundo a principal hipótese apurada pela Polícia Civil.


As vítimas são a mãe e três filhas:


  • Cíntia de Moraes Costa, de 36 anos

  • Ana Júlia Costa da Silva, de 15 anos

  • Cíntia Maria Costa da Silva, de 11 anos

  • Samara Costa da Silva, de 3 anos


Fotos: Redes Sociais - Divulgação

As vítimas foram enterradas, na segunda-feira (11), em um cemitério da cidade.


"É uma dor que não tem explicação. Uma sensação de perda muito grande, saber que nós não vamos ver eles mais aqui nesta vida", diz Cleusa da Rosa Bonetti, amiga da família.

Outros dois filhos, além do companheiro da mulher, estão internados em estado grave. As crianças, em Santa Maria, na Região Central; o adulto, em Vacaria.


  • Elias Kaleb Costa da Silva, de 9 anos

  • Vitória Gabriele Costa da Silva, de 7 anos

  • Maique Santos da Silva, de 31 anos


No enterro das vítimas, amigos e familiares demonstraram preocupação com o estado de saúde dos sobreviventes.


"Estamos pedindo a Deus pra aqueles dois que foram pra Santa Maria. A gente tá orando e pedindo pra Deus salvar aqueles dois", fala a vizinha, Maria Fátima Bortoletti.

Investigação


A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o monóxido de carbono produzido pelo aparelho tenha intoxicado a família durante a noite.


"O gerador, por si só, ele vai gerar um subproduto na sua combustão, assim como um veículo automotor. Ele gera ali a fumaça e, junto dessa fumaça, gera gases tóxicos. Entre esses gases, vai ter o monóxido de carbono. É um gás extremamente tóxico, perigoso para saúde", alerta o capitão Emerson Soares Ribeiro, do Corpo de Bombeiros.

O gerador, que foi encontrado dentro da casa, vai passar por perícia técnica.


"No momento que a gente chegou no local, ele estava sem gasolina, não estava funcionando. Indicativo de que ele tenha funcionado a noite toda até o combustível terminar", diz o delegado Anderson Silveira de Lima.


Os policiais também aguardam o resultado da perícia do local e da necropsia para seguir com a investigação.


Fonte: G1 RS

0 comentário

Comments


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page