top of page

Tribunal Superior Eleitoral inicia produção de novas urnas eletrônicas para as eleições de 2024

Ao todo serão fabricados 220 mil aparelhos; As urnas serão usadas pela primeira vez nas eleições do ano que vem

Foto: Antonio Augusto/Ascom TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou a produção das novas urnas eletrônicas, modelo UE 2022, na fábrica de urnas localizada em Ilhéus, na Bahia. As urnas serão usadas pela primeira vez nas eleições do ano que vem, para escolha de prefeitos e vereadores dos 5.568 municípios brasileiros. Conforme a instituição, o próximo pleito contará também com as dos modelos 2020, 2015, 2013 e, eventualmente, 2011.


A previsão da Justiça Eleitoral é que os equipamentos de 2009 e de 2010 sejam descartados. De acordo com o TSE, a urna eletrônica tem uma vida útil de dez anos, aproximadamente seis eleições.


A previsão é de que sejam produzidos 219.998 equipamentos até fevereiro de 2024, o que representa a segunda maior produção da história, atrás apenas das 225 mil urnas modelo UE 2020, fabricadas para as Eleições 2022.


Ainda no mês de maio será fabricado um primeiro lote com 300 unidades, que serão entregues ao TSE e a alguns tribunais regionais eleitorais para avaliação e testes.


Antes do pleito, o TSE ainda submete as urnas ao teste de integridade pelos eleitores, como ocorreu nas eleições majoritárias de 2022. Depois de realizados os testes de qualidade, as urnas do primeiro lote são submetidas a testes de resistência, como avaliação do tempo em funcionamento e temperatura do aparelho, realizados pelo Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer.


Fonte: O Sul

0 comentário

Commentaires


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page