top of page

57 mil hectares de soja devem ser semeadas em Santiago

O que está chamando atenção é o atraso da semeadura, apesar de estar dentro da época

Foto: Divulgação

A previsão de plantio para a safra 2023-2024 na cultura da soja é de 57 mil hectares no município de Santiago. O que está chamando atenção é o atraso da semeadura, apesar de estar dentro da época.


Em outros anos a semeadura já estava avançada nas áreas de plantio. Conforme o engenheiro agrônomo da Emater local, Otávio Mendonça Poleto, até o momento foram semeados cerca de 5 mil hectares.


Justifica a cadência de plantio pelo alto volume de chuva, em especial em setembro e outubro. Os produtores estão optando pelo plantio na época ideal da oleaginosa.


Sobre a cultura do milho, da qual a produtividade em Santiago não é elevada, está previsto o plantio em somente 2.400 hectares. A cultura não é uma prioridade, e sim de apoio, principalmente para pequena propriedade. A maioria dos produtores planta para consumo interno, com a produção de silagem de inverno.


Otávio observa que já foi percebida a falta de interesse deles por esta cultura, inclusive a procura por semente neste ano foi bem menor em relação a anos anteriores.


Até o momento das 2.400 hectares, apenas mil delas foram plantadas, também em função do clima: em agosto pelo tempo seco e em setembro e outubro, muito chuvoso. A Emater estima que em algumas áreas haverá apenas um cultivo pelo atraso no primeiro plantio.


Fonte: Rádio santiago

0 comentário

Kommentarer


PUBLICIDADE PADRÃO.png

Destaques aqui no site!

Quem viu esse post, também viu esses!

bottom of page